Boletim de Notícias desta quarta-feira: Irã condena cientista à morte

MAURÍCIO TUFFANI,
Editor

Preso no Irã desde abril do ano passado, Ahmadreza Djalali, pesquisador do Centro de Investigação em Emergência e Medicina de Desastres da Universidade do Piemonte Oriental, em Novara, na Itália, e da Universidade Livre de Bruxelas, foi condenado à morte sob a acusação de conspirar contra a segurança nacional e conspirar com “países inimigos”.

Direto da Ciência já havia compartilhado em sua página no Facebook essa notícia da Science. Ontem a revista eletrônica anunciou que a Anistia Internacional quer uma campanha de pressão urgente para reverter a condenação de Djalali (“Amnesty calls for pressure campaign to help Iranian scientist who could face death penalty”).

Boa leitura.

Na imagem acima, Ahmadreza Djalali, pesquisador da Universidade do Piemonte Oriental, em Novara, na Itália, e da Universidade Livre de Bruxelas. Foto: Universidade Livre de Bruxelas/Divulgação.

Agência Brasil

Agência Fapesp

BBC Brasil

For Better Science

Época

Envolverde

O Estado de S. Paulo

Folha de S.Paulo

G1

O Globo

InforMMA

Jornal da Ciência (SBPC)

Lúcio Flávio Pinto

MCTI – Notícias

Nature News

The New York Times

Pesquisa Fapesp

Retraction Watch

Science

UOL

Veja


Apoie o jornalismo crítico e independente de Direto da Ciência

Você acha importante o trabalho deste site? Independência e dedicação têm custo. E conteúdo exclusivo e de alta qualidade exige competência e também investimento para ser produzido. Conheça o compromisso de Direto da Ciência com essa perspectiva de trabalho jornalístico e com seus leitores. (Clique aqui para saber mais e apoiar.)


Receba avisos de posts de Direto da Ciência.

Informe seu e-mail para receber avisos. Ele não será fornecido a terceiros.

Para sua segurança, você receberá uma mensagem de confirmação. Ao abri-la, basta clicar em Confirmar, e sua inscrição já estará concluída. Você sempre poderá, se quiser, cancelar o recebimento dos avisos.


Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução de conteúdos de Direto da Ciência.
Clique aqui para saber como divulgar.

*

Top