Boletim de Notícias, 6/jun: Exoplaneta muito quente e o Dia Mundial do Ambiente

MAURÍCIO TUFFANI,
Editor

A descoberta de um planeta mais quente que muitas estrelas foi um dos principais destaques de ciência desde ontem. O KELT-9b, localizado a 650 anos-luz da Terra, alcança temperaturas de até 4,3 mil graus Celsius, segundo estudo de pesquisadores da Universidade Estadual de Ohio e da Universidade Vanderbilt. Mais informações nas reportagens com títulos destacados em negrito vermelho.

Comentarei ainda hoje as notícias sobre as comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, cujos títulos estão destacados em negrito verde.

Boa leitura.

Na imagem acima, representação artística do exoplaneta KELT-9b, em órbita da estrela KELT-9. Foto: R. Hurt/Nasa/JPL-Caltech (IPAC)/Divulgação.

Agência APIPTI

Agência Brasil

Agência Fapesp

For Better Science

O Eco

El País

Envolverde

Época

Estadão (O Estado de S. Paulo)

Folha.com (Folha de S.Paulo)

G1

O Globo

Governo de São Paulo

The Guardian

InforMMA

Inpe Notícias

MCTI – Notícias

MEC – Notícias

Nature News

New Scientist

The New York Times

Notícias Socioambientais

Retraction Watch

The Scholarly Kitchen

Science

Scientific American

Scientific American Brasil

Valor Econômico

Veja.com

The Washington Post

 


Apoie o jornalismo crítico e independente de Direto da Ciência

Você acha importante o trabalho deste site? Independência e dedicação têm custo. E conteúdo exclusivo e de alta qualidade exige competência e também investimento para ser produzido. Conheça o compromisso de Direto da Ciência com essa perspectiva de trabalho jornalístico e com seus leitores. (Clique aqui para saber mais e apoiar.)


Receba avisos de posts de Direto da Ciência.

Informe seu e-mail para receber avisos. Ele não será fornecido a terceiros.

Para sua segurança, você receberá uma mensagem de confirmação. Ao abri-la, basta clicar em Confirmar, e sua inscrição já estará concluída. Você sempre poderá, se quiser, cancelar o recebimento dos avisos.


Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução de conteúdos de Direto da Ciência.
Clique aqui para saber como divulgar.

*

Top