Boletim de Notícias: estudo propõe tecnologia para filtrar ‘fake news’

MAURÍCIO TUFFANI,
Editor

Um estudo publicado neste mês por pesquisadores da Austrália e dos Estados Unidos propõe a “tecnocognição” – uma tecnologia baseada na psicologia e nas ciências cognitivas para atenuar o impacto das chamadas “fake news”. Ao examinar a dinâmica da aceitação de informações falsas na sociedade – tomando como exemplos a negação do aquecimento global e a desinformação na eleição do presidente Donald Trump–, os autores avaliaram também alternativas de prevenção e correção de desinformações e quais delas são mais eficazes.

“O mundo pós-verdade surgiu como resultado de megatendências sociais, como o declínio do capital social, a crescente desigualdade econômica, o aumento da polarização, a diminuição da confiança na ciência e um cenário de mídia cada vez mais fraccionado”, afirmaram Stephan Lewandowsky, Ullrich Ecker e John Cook no artigo “Beyond Misinformation: Understanding and Coping with the ‘Post-Truth’ Era”, publicado no Journal of Applied Research in Memory and Cognition.

Confira essas e outras informações sobre o estudo no post “How to fix the fake-news problem”, do Greg Laden’s Blog, e na reportagem “Fake news is a threat to humanity, but scientists may have a solution”, do jornal britânico The Guardian.

A seguir, os títulos e links das principais matérias sobre ciência, meio ambiente e ensino superior desde nossa edição de ontem.

Boa leitura.

Na imagem acima, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que nega o aquecimento global provocado pela ação humana. Foto: Wikimedia Commons.

Amazônia Real

BBC Brasil

For Better Science

Blog do Pedlowski

CNPq – Notícias

El País

Estadão (O Estado de S. Paulo)

Folha.com (Folha de S.Paulo)

O Globo

Greg Laden’s Blog

The Guardian

InforMMA

New Scientist

The New York Times

Nexo

Retraction Watch

Scientific American

UOL

Valor Econômico

The Washington Post

 


Você acha importante o trabalho deste site?

Independência e dedicação têm custo. E conteúdo exclusivo e de alta qualidade exige competência e também investimento para ser produzido. Conheça o compromisso de Direto da Ciência com essa perspectiva de trabalho jornalístico e com seus leitores. (Clique aqui para saber mais e apoiar.)


Receba avisos de posts de Direto da Ciência.

Informe seu e-mail para receber avisos. Ele não será fornecido a terceiros.

Para sua segurança, você receberá uma mensagem de confirmação. Ao abri-la, basta clicar em Confirmar, e sua inscrição já estará concluída. Você sempre poderá, se quiser, cancelar o recebimento dos avisos.


Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução de conteúdos de Direto da Ciência.
Clique aqui para saber como divulgar.

*

Top