Boletim de Notícias: China investe US$ 2,1 bilhões em parque de pesquisa de AI

MAURÍCIO TUFFANI,
Editor

Enquanto no Brasil o orçamento para pesquisa diminui a cada ano, sem falar nos congelamentos, o governo da China anunciou que pretende investir US$ 2,1 bilhão (cerca de R$ 6,8 bilhões) até 2025 apenas para criar um parque pesquisas em inteligência artificial próximo à capital Pequim.

Confira nas reportagens “China vai investir R$ 6,8 bilhões em pesquisa sobre inteligência artificial”, do Olhar Digital, e “Beijing to build technology park for developing artificial intelligence”, da XinhuaNet.

A seguir, os títulos e links das principais matérias sobre ciência, meio ambiente e ensino superior desde nossa edição de ontem.

Boa leitura.

Na imagem acima, o presidente da China, Xi Jinping. Foto sob licença Creative Commons..

 

Agência Brasil

Agência Câmara Notícias

Agência Fapesp

Agência Fiocruz de Notícias

BBC Brasil

O Eco

El País

Época

Estadão (O Estado de S. Paulo)

Folha.com (Folha de S.Paulo)

G1

O Globo

The Guardian

MCTIC – Notícias

MEC – Notícias

Nature News

New Scientist

The New York Times

Notícias Socioambientais

Observatório do Clima

Olhar Digital

Retraction Watch

Science

Scientific American

Unicamp

USP

The Washington Post

WWF Brasil

XinhuaNet

 


Você acha importante o trabalho deste site?

Independência e dedicação têm custo. E conteúdo exclusivo e de alta qualidade exige competência e também investimento para ser produzido. Conheça o compromisso de Direto da Ciência com essa perspectiva de trabalho jornalístico e com seus leitores. (Clique aqui para saber mais e apoiar.)


Receba avisos de posts de Direto da Ciência.

Informe seu e-mail para receber avisos. Ele não será fornecido a terceiros.

Para sua segurança, você receberá uma mensagem de confirmação. Ao abri-la, basta clicar em Confirmar, e sua inscrição já estará concluída. Você sempre poderá, se quiser, cancelar o recebimento dos avisos.


Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução de conteúdos de Direto da Ciência.
Clique aqui para saber como divulgar.

*

Top