Após 13 dias como secretário-executivo e 7 como assessor, militar é demitido do MEC

Tenente-brigadeiro Ricardo Machado Vieira havia sido nomeado para o segundo cargo mais elevado do Ministério da Educação.

MAURÍCIO TUFFANI,
Editor
Quinta-feira, 18 de abril de 2019, 9h12.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), exonerou ontem, quarta-feira (17), o tenente-brigadeiro Ricardo Machado Vieira do cargo de assessor especial do ministro da Educação. A demissão, publicada hoje no Diário Oficial da União, representa uma baixa no grupo militar do MEC, abrindo vaga de livre nomeação pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) que pode ser preenchida por algum “discípulo” do escritor Olavo de Carvalho.

Vieira ficou apenas uma semana no cargo. Ele havia sido nomeado na quinta-feira passada (11), dia seguinte ao de sua exoneração do cargo de secretário-executivo do MEC, considerado o número 2 da pasta, para o qual fora nomeado em 28 de março. Nessa função, ele poderia substituir interinamente o então ministro Ricardo Vélez Rodriguez, que estava prestes a ser demitido (“Bolsonaro nomeia tenente-brigadeiro para o cargo número 2 do MEC”).

No final das contas, Bolsonaro demitiu Vélez no dia 8, mas já tendo escolhido o economista Abraham Weintraub para substítuí-lo. O novo ministro passou a reempoderar alguns dos “olavistas” que no final da gestão anterior haviam perdido cargos elevados na hierarquia na pasta.

A patente de Vieira é a mais alta em tempo de paz da Força Aérea Brasileira, correspondente à de general de exército e à de almirante de esquadra. Antes dessa curta permanência na cúpula do MEC, ele estave desde fevereiro no cargo de chefe de gabinete do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Vieira foi chefe do Estado-Maior da Aeronáutica – segunda posição mais importante da Força Aérea Brasileira – e também chefe de Operações Conjuntas do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas. Após ser reformado, exerceu de dezembro de 2015 até fevereiro deste ano o cargo de secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa.

Na imagem acima, o tenente-brigadeiro Ricardo Machado Vieira. Foto: Agência Força Aérea/Divulgação.

Siga Direto da Ciência no Twitter e no Facebook.


Você acha importante o trabalho deste site?

Independência e dedicação têm custo. Com seu apoio produziremos mais análises e reportagens investigativas. Clique aqui para apoiar.


Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução de conteúdos de Direto da Ciência.
Clique aqui para saber como divulgar.

*

Top