Maratona hacker sobre Covid-19 prorroga prazo para desafios até quarta, dia 6

O objetivo do Hackcovid19 é reunir e estimular indivíduos e equipes para apresentarem soluções inovadoras, rápidas e de baixo custo.

Segunda-feira, 4 de maio de 2020, 19h43.

Previsto inicialmente para a noite desta segunda-feira (4), foi estendido para as 23h59 da próxima quarta-feira (6) o prazo para a submissão de desafios ao Hackovid19 – hackathon voltado ao Covid-19 organizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) – ambos no Rio de Janeiro (RJ) –, e pelo Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), em Petrópolis (RJ).

.O objetivo do Hackcovid19 é reunir e estimular indivíduos e equipes para apresentarem soluções inovadoras, rápidas e de baixo custo (apps, serviços, equipamentos etc.) – voltadas, preferencialmente, para o cenário fluminense – que, por exemplo, minimizem os desafios do isolamento e da quarentena e/ou facilitem o trabalho dos profissionais de saúde no enfrentamento da pandemia. 

Os três vencedores do Hackcovid19 serão escolhidos pela Comissão de Avaliação e Julgamento, segundo os critérios expostos no site da competição. A data de anúncio dos vencedores será revelada durante o hackathon. 

 

‘Ferramentas científicas’

Segundo os organizadores, a ideia do Hackcovid19 é “tentar ajudar a sociedade, neste momento de crise, com as ferramentas científicas que nós, cientistas e tecnologistas, conhecemos e das quais dispomos, fazendo dessa iniciativa uma mobilização solidária da ciência e tecnologia a favor da vida”. As hashtags do hackathon nas mídias serão #cienciaetecnologiaafavordavida e #cientistaspelavida.

Desde o último dia 21 de abril – quando foram abertas as inscrições para a submissão de desafios –, o Hackcovid19 ganhou o apoio de instituições do Brasil e exterior: Centro de Pesquisas Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes/Petrobras); Wolfram Research; Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD); World Intellectual Property Office (WIPO); ART7 Locações e Eventos; Núcleo de Inovação Tecnológica das Unidades de Pesquisas do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações no Rio de Janeiro (NIT-Rio); e Laboratório de Responsabilidade Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 

Esquenta

Para quem quiser acompanhar a disputa, valerá a pena assistir as palestras do ‘esquenta’ – fase pré-hackathon, que vai das 10h da manhã de 08 de maio até as 20h de 14 de maio. Os temas dessas apresentações são os mais variados possíveis: pandemias, bioinformática, inovação, fake news, saúde, inteligência artificial, educação, meio ambiente, sustentabilidade, telemedicina, física teórica etc.

Haverá transmissão ao vivo das palestras pelo canal do YouTube do CBPF, onde o link estará disponível 15 minutos antes do horário de cada apresentação.

Na imagem acima, tela de página do site Hackovid19. Imagem: reprodução.

Siga Direto da Ciência no Twitter e no Facebook.


Você acha importante o trabalho deste site?

Independência e dedicação têm custo. Com seu apoio produziremos mais análises e reportagens investigativas. Clique aqui para apoiar.


Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução de conteúdos de Direto da Ciência.
Clique aqui para saber como divulgar.

*

Top