Arquivos por tag: Ricardo Magnus Osório Galvão

Brasileiro ganha prêmio mais importante da meteorologia mundial

Brasileiro ganha prêmio mais importante da meteorologia mundial

Antonio Divino Moura, diretor do CPTEC, do Inpe, é o primeiro no Brasil a receber premiação estabelecida em 1955 MAURÍCIO TUFFANI, Editor – O engenheiro Antonio Divino Moura, coordenador do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), do Inpe, foi escolhido pela Organização Meteorológica Mundial (WMO), das Nações Unidas, para receber o principal

A via crucis da participação privada em ciência e tecnologia

Em vez de auxiliar instituições de pesquisa, imposições legais criam ambiente desfavorável à execução de projetos com recursos privados RICARDO MAGNUS OSÓRIO GALVÃO Especial para o Direto da Ciência* – Em recente comentário no Jornal das Dez, da Globo News, o jornalista Carlos Sardenberg defendeu uma “reforma estrutural” nas universidades e instituições de ciência e

Inpe fez nota contra monitoramento a ser terceirizado pelo MMA, mas não a divulgou

Estimada em R$ 78,5 milhões por ano, iniciativa ‘não tem metodologia técnica sólida’, afirma documento – MAURÍCIO TUFFANI, Editor O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) preparou ontem (4) uma nota oficial criticando a decisão do Ministério do Meio Ambiente (MMA) de contratar serviços terceirizados para monitoramento ambiental, inclusive de desmatamento da Amazônia, estimados em R$

Governo quer terceirizar observação da Amazônia por satélite

Empresa a ser contratada será definida em pregão amanhã (4/mai), após prazo de 14 dias que incluiu dois feriados prolongados – MAURÍCIO TUFFANI, Editor O Ministério do Meio Ambiente (MMA) prevê contratar por R$ 78,5 milhões por ano o monitoramento dos desmatamentos da Amazônia que é realizado desde 1989 pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Criticado por atraso, governo nomeia novo diretor do Inpe

MAURÍCIO TUFFANI, Editor – Após a repercussão na comunidade científica da reportagem “Inpe aguarda posse de novo diretor há 4 meses; pesquisadores se queixam”, da Folha, e do artigo “Em atrasos do governo, como o da sucessão no Inpe, quem paga somos nós”, de Direto da Ciência, ambos veiculados ontem (21/set), a Casa Civil da Presidência

Em atrasos do governo, como o da sucessão no Inpe, quem paga somos nós

MAURÍCIO TUFFANI, Editor – Apesar de o sucessor do diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) já ter sido escolhido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Informações e Comunicações (MCTIC) no final de junho, o governo federal ainda não tem previsão para sua nomeação ser publicada no Diário Oficial da União, informou a Casa Civil da

Top